sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Estreia da 2ª temporada de "O Rei dos Pés Inchados"




Agosto traz novidades para quem acompanha o espetáculo "O Rei dos Pés Inchados". É que nesse mês, nos dias 30 e 31, abriremos a segunda temporada de nosso espetáculo no Theatro São João. Se você ainda não viu "O Rei dos Pés Inchados", acompanhe o que já disseram sobre ele nas redes sociais.



Luciano Bonfim - Poeta e Professor do curso de Pedagogia da UVA.

Adrine Ferreira Veras é professora do curso de Letras da UVA,

Wellington Mendes é arte-educador, ator e estudante do curso de Letras da UVA.


Serviço:
Dias 30 e 31 de Agosto de 2014
às 20:00h
Theatro São João
Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)

Ficha Técnica:
Texto e Direção: Thyago Teixeira
Elenco: Alexandre Fontenele, Emanoel Rocha, Jander Alcântara e Márcio Tibúrcio. 

Estação Jovem de Cultura


O projeto "Estação Jovem de Cultura" é uma parceria da Cia. do Batente com a Secretaria de Cultura e de Turismo de Sobral. O intuito deste projeto é realizar uma formação itinerante nas Estações de Cultura do município de Sobral, mapeando e oferecendo formação para os jovens atendidos pelo programa a fim de enriquecer a experiência artística que já vem sendo desenvolvida pelos jovens. O ponto de partida nessa estação é a temática da Cultura de Paz. A Cia do Batente começou a desenvolver o trabalho interno para oferecer um bom trabalho para esses jovens de nossa cidade. Em breve mais notícias estarão disponíveis nosso blog.



Realização:

Los Girasoles de Esteban





O espetáculo "los girasoles de esteban" é um monólogo escrito e dirigido por Jander Alcântara e inspirado no conto "El ahogado mas hermoso del mundo" de Gabriel García Márquez. O monólogo explora o universo onírico de García num povoado que pode ser qualquer um. Um afogado gigantescamente belo surge e todos do povado acabam se tornando parentes entre si através do morto e adiam, a todo momento, o momento da depedida do seu filho trazido pelas águas.







Ficha Técnica
Texto e Direção: Jander Alcântara
Elenco: Jander Alcântara
Sonoplastia: Daniel Ribeiro
Iluminação: Maicon Rocha
Fotografia: Souza Júnior

O Rei dos Pés Inchados


 O espetáculo "O Rei dos Pés Inchados", texto e direção de Thyago Teixeira,  é uma adaptação contemporânea da tragédia Sofocleana "Édipo Rei". Ao som de música eletrônica, funk e outras influências, os quatro atores-narradores (Alexandre Fontenele, Emanoel Rocha, Jander Alcântara e Márcio Tibúrcio) embriagam-se de vinho e convidam a plateia para uma discussão sobre a vida, destino e amor.
Para a montagem do espetáculo, a Cia do Batente, realizou experimentos com o público acerca do mito edipiano transformando o fazer teatral numa experiência de troca entre espectador e atores. Para isso, o grupo realizou estudos nas literaturas que contemplam o mito - como Sófocles e Cocteau - no cinema - com Woody Allen e Pasolini - etc.

Ficha Técnica

Texto e Direção: Thyago Teixeira
Elenco: Alexandre Fontenele, Emanoel Rocha, Jander Alcântara e Márcio Tibúrcio.
Sonoplastia:  Cia do Batente
Iluminação: Thyago Teixeira
Figurino: Cia do Batente
Fotografia: Manoel Messias.



Projeto de Vivência "Os Pés Inchados" aproxima atores e público no novo processo de montagem da Companhia

Com a ideia de aproximar o espectador com o fazer da cena teatral, a Cia do Batente abre as portas de seu novo processo de montagem baseado no mito do Rei Édipo e na tragédia grega, oportunizando um diálogo mais instantâneo entre espectador e elenco. Ao considerar que o espectador também constitui parte fundamental na construção de sentido dessa mesma cena, o Projeto de Vivência “Os Pés Inchados” propõe, por meio de oficinas, compartilhar as etapas da pesquisa teatral, levando o espectador a se aproximar do fazer teatral não somente pelo viés da apreciação, mas também pela própria criação artística.

A Vivência, que integra a programação de aniversário do Theatro São João, acontecerá entre os dias 21 e 24 de setembro e será aberta ao público. As oficinas serão ministradas pelos atores da Cia do Batente e também pelo Prof. Dr. Marton Gèmes, que fará um debate de abertura sobre mito, tragédia e Édipo.

PROGRAMAÇÃO

Dia 21, 14h às 18h

Mito, tragédia e Édipo
Debate de abertura com o Prof. Dr. Marton Gémes

Apreciação de filmes com a temática do trágico e do mítico
Jander Alcântara

Dia 22, 14h às 18h

Estudo da dramaturgia de Édipo
Ator e diretor Emanoel Rocha

Estudo e exercícios sobre fotoarte
Prof. Thyago Teixeira

Dia 23, 17h30 às 21h

Estudo do mito edipiano
Prof. Thyago Teixeira

Estudos pré-expressivos e improvisação de cenas
Ator e diretor Emanoel Rocha

Dia 24, 17h30 às 21h

Finalização dos estudos sobre Édipo e mostra dos trabalhos realizados na vivência.

SERVIÇO

Inscrições gratuitas
Local: Theatro São João
Praça São João, S/N – Centro. Sobral (CE)
Tel.: (88) 3611.2430
E-mail: cultura@sobral.ce.gov.br / ciadobatente@yahoo.com.br

Cia do Batente reestreia "Romã, Romã... Quem trouxer uma poesia!"

A Cia do Batente reestreia o infantil Romã, Romã... Quem trouxer uma poesia!. Inspirado em poemas de Cecília Meireles, Romã, Romã... resgata todo o encanto da infância através de cantigas de roda, jogos e brincadeiras infantis. O espetáculo faz parte da programação de aniversário de 132 anos do Theatro São João, de Sobral, Ceará.

Designed By Seo Blogger Templates
-->

3 de novembro de 2014

Finalizando as ações do Estação Jovem de Cultura.




Nessa semana, após mais de um mês de atividades, a Cia. do Batente encerra as atividades do Projeto Estação Jovem de Cultura. Foram duas estações da juventude atendidas e com um número de 40 adolescentes benefiaciados pelo projeto.
Durante os meses de setembro e outubro, os adolescentes contemplados pela EJC tiveram aulas de Maquiagem, Cenografia, Musicalização da Cena, Produção, Direção, Interpretação, Preparação Corporal, Improvisação, dentro outros.
A Cia. do Batente está feliz por realizar um projeto dessa magnitude - em parceria com a Secretaria de Cultura e Turismo de Sobral - e poder levar a arte ao cotidiano dos jovens.














Realização:




17 de setembro de 2014

PROJETO ESTAÇÃO JOVEM DE CULTURA

            A Cia do Batente em parceria com a Secretaria de Cultura e com o Projeto Social Estação da Juventude realizará a oficina " ESTAÇÃO JOEVEM DE CULTURA" que terá inicio no dia 22 de setembro, realizando vivências em varias areas de expressão teatral, a saber: Historia do Teatro, Linguagens Teatrais, Musicalização na Cena, Pré- Expressividade, Construção de Personagens, Processo de Montagem Teatral, Recriação e Improvisação de Texto e Cena, Produção e Monatgem Final. 
          Todo processo permeado pos praticas de Cultura de Paz, entendo que mais importante que o resultado final (montagem) é o processo de aprendizagem e os dialogos e conflitos levantados nessa vivência, na busca de uma compreenção maior e mais clara dos meios usados pelos jovens participantes da oficina de como  lidar com os seus conflitos sociais, nos utilizaremos das mascaras teatrais para questionar as mascaras sociais. 
           Abrindo esses dialogos de forma sempre delicada, dentro do exercicio pratico e teorico dessa cultura de paz, com apoiados nas pesquisas de dois grandes estudiosos do teatro, Augusto Boal - para quem o teatro serve de expressão para a humanidade se ver, se criticar e assim se transformar, e para tanto não precisa ser ator -  e Brecht com seu teatro didático buscando possibilitar a associação de situações cotidianas a situações da peça para assim despertar novos olhares sobre essas situações. Nessa perspectiva teremos como base dois textos para dialogar durante o processo, são eles: "Os Horácios e Curiácios" e "Romeu e Julieta" textos esses que nos expoem conflitos e nos despertam a necessidade de resolvê-los transpondo-os para o nosso tempo. 
           Baseado em tudo isso e sempre fazendo das Vivências de Cultura de Paz um habito entre todos, a Cia do Batente, a Secretaria de Cultura e o Projeto Estação da Juventude busca nesse encontro com esses jovens, se utilizando do teatro, transforma-los em protagonistas dessa nova historia, para que eles modificando o modo de agir e pensar de seus personagens possam assim se também se modificar e modificar o olhar da sociedade. 



27 de agosto de 2014

Celebração musical e dançante entre o clássico e o contemporâneo.

Por Manoela Alcântara*

Considerado um dos textos mais conhecidos do mundo, “Édipo Rei” carrega uma importância milenar que por si mesma seria suficiente para atrair a atenção dos apaixonados pela dramaturgia. A peça, escrita em 427 a.C. por Sófocles, consagrou-se por envolver alguns dos mistérios universais vivenciados pelo homem: o destino, o amor e o ódio. É isso que nos mostra, de maneira surpreendente, O Rei dos Pés Inchados, adaptação do texto sofocleano escrita e dirigida por Thyago Teixeira, pela Cia do Batente. A montagem traz ao palco uma celebração musical e dançante onde o clássico e o contemporâneo se entrecruzam como representação do paradoxo jamais decifrado que o mito aborda: o próprio homem. Ébrios de vinho e ao som de música eletrônica, os atores (Jander Alcântara, Alexandre Fontenele, Márcio Tibúrcio e Emanoel Rocha) se revezam entre os papéis de narrar a história e interpretar as personagens. Eis aí o toque de mestre de Thyago Teixeira: a clássica atuação de homens interpretando papéis femininos é conduzida por um enredamento fragmentado, típico da literatura pós-moderna, onde a mistura de vozes entre ator, narrador e personagem imprime ao espetáculo uma contemporaneidade sem, contudo, abandonar o tom poético. A plateia, disposta em cima do palco, é colocada como uma personagem a mais e participa ativamente da representação, desde a distribuição do vinho no início da peça até tornar-se cúmplice dos sujeitos que lhe confessam o tempo inteiro seus pensamentos e planos. Ao som de funk, a tragédia é recriada em uma versão popular, levando ao público, de forma mais acessível, a beleza do texto que é considerado um dos pilares de nossa cultura. Édipo (ou o rei dos pés inchados, como seu nome indica), foge de Corinto após um oráculo profetizar que ele mataria o próprio pai e se casaria com a mãe. No meio da fuga se depara com um homem e o mata após um desentendimento. Depois disso, o rei dos pés inchados chega a Tebas e lá descobre, de maneira atroz, que o destino pode ser implacável. O Rei dos Pés Inchados, com sua abordagem inovadora, cumpre bem o papel de levar o clássico a novos públicos. Desse modo, é um espetáculo que vale a pena ser visto não só por sua importância histórica, mas pelo trabalho cênico muito bem estruturado e de excelente qualidade.

* Manoela Alcântara é graduada em Letras pela Universidade Estadual Vale do Acaraú e é funcionária do IFCE - Instituto Federal do Ceará. Amante de Clarice Lispector e Chico Buarque de Holanda. Participou da leitura dramática "Meire Love", de Suzy Élida, e cresceu rodeada por livros e música.

8 de agosto de 2014

Segunda Temporada "O Rei dos Pés Inchados"




Agosto traz novidades para quem acompanha o espetáculo "O Rei dos Pés Inchados". É que nesse mês, nos dias 30 e 31, abriremos a segunda temporada de nosso espetáculo no Theatro São João. Se você ainda não viu "O Rei dos Pés Inchados", acompanhe o que já disseram sobre ele nas redes sociais.



Luciano Bonfim - Poeta e Professor do curso de Pedagogia da UVA.

Adrine Ferreira Veras é professora do curso de Letras da UVA,

Wellington Mendes é arte-educador, ator e estudante do curso de Letras da UVA.


Serviço:
Dias 30 e 31 de Agosto de 2014
às 20:00h
Theatro São João
Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)

Ficha Técnica:
Texto e Direção: Thyago Teixeira
Elenco: Alexandre Fontenele, Emanoel Rocha, Jander Alcântara e Márcio Tibúrcio. 

4 de agosto de 2014

Estação Jovem de Cultura





O projeto "Estação Jovem de Cultura" é uma parceria da Cia. do Batente com a Secretaria de Cultura e de Turismo de Sobral. O intuito deste projeto é realizar uma formação itinerante nas Estações de Cultura do município de Sobral, mapeando e oferecendo formação para os jovens atendidos pelo programa a fim de enriquecer a experiência artística que já vem sendo desenvolvida pelos jovens. O ponto de partida nessa estação é a temática da Cultura de Paz. A Cia do Batente começou a desenvolver o trabalho interno para oferecer um bom trabalho para esses jovens de nossa cidade. Em breve mais notícias estarão disponíveis nosso blog.



Realização: